IncorporadoraProjetos

Compensação ambiental: o quê é isso?

Por 9 de junho de 2017 Nenhum Comentário
Scenarium Braz Leme - Compensação ambiental

Precisamos respeitar!

Seja para cortar, transplantar ou mesmo remover uma árvore que esteja morta, tanto no interior do terreno, como na calçada, precisamos pedir autorização para a Secretaria do Verde e do Meio Ambiente, e em todos os casos ficamos obrigados a fazer uma Compensação Ambiental, seja no próprio local ou através da entrega de mudas para o viveiro da Prefeitura.

Todo o processo é acompanhando por um biólogo ou engenheiro agrônomo, que analisa os exemplares de acordo com as suas dimensões e espécie, e a compensação é feita de acordo com a legislação pertinente e vistoria técnica.

Mas, em poucas palavras, o que é uma compensação ambiental?

Simples: nada mais é do que a ação de plantar novas espécies no lugar das que foram cortadas ou estavam mortas, incluindo a área permeável que é deixada no terreno e a implantação de calçada verde.

A incorporadora ainda assina um termo de compromisso ambiental, onde assume prazos e condições para que o atendimento das exigências sejam feitos da forma mais correta possível, e para que o alvará de aprovação e execução seja liberado, a sua responsabilidade continua no decorrer da construção do empreendimento e só é possível conseguir o certificado de conclusão (habite-se) após nova vistoria de um técnico da Secretaria do Verde.

E todo este processo só acaba após a entrega do empreendimento ao condomínio, onde a incorporadora ainda precisa de uma última vistoria técnica e um último certificado emitido pelo Departamento de Parques e Áreas Verdes (Depave).

Além da obrigatoriedade em atender a estes processos da legislação, a prática sustentável e a correta gestão dos recursos naturais nas obras é algo que deve fazer parte do dia-a-dia das incorporadoras, já nascer em seus projetos e ser continuamente melhorado durante a produção do empreendimento. Pense nisso quando você for escolher o seu próximo imóvel: você quer escolher um imóvel de uma empresa que é OBRIGADA a pensar sustentável ou que JÁ QUER ser assim?

Avalie sempre as características dos projetos, as propostas de gestão dos recursos, as certificações e o que foi implantado no condomínio para dar essa continuidade, pois este será o seu endereço por muitos e muitos anos.

Eliette Passos Martins

Leave a Reply